Buscar

Em Lagoa Vermelha o “Monumento à Mãe” será aberto e a “cápsula do tempo” de 1962 revelada


O “Monumento à Mãe”, localizado em uma das praças centrais de Lagoa Vermelha (RS), quase defronte à Igreja São Paulo Apóstolo, será aberto no dia 10 de maio de 2021 em comemoração aos 140 anos de emancipação do nosso município.


Ele será aberto em seu sentido literal, já que em seu interior está guardada uma relíquia da história de Lagoa. Trata-se de uma espécie de “cápsula do tempo” colocada em seu interior quando o monumento foi inaugurado em maio de 1962. Há uma grande curiosidade para saber o que há na cápsula que foi guardada no interior da base do monumento.


Monumento no centro de Lagoa Vermelha. Foto: Vanusa Lopes.


Essa situação despertou uma grande curiosidade dos lagoenses não apenas sobre a cápsula, mas também sobre o próprio monumento que pode ser admirado no centro de Lagoa e que recentemente teve sua base pintada pela Prefeitura Municipal. É um dos elementos mais bonitos que possuímos em nossas praças, mesmo que sua história seja pouco conhecida.


O projeto Lagoa Histórica, em homenagem aos 140 anos de emancipação definitiva de Lagoa Vermelha busca resgatar a história do “Monumento à Mãe”.


ESCULTURA INAUGURADA HÁ 59 ANOS PELO ROTARY CLUB


Há uma divergência sobre a data exata da inauguração da estrutura comemorativa. O saudoso historiador Demétrio Dias de Moraes, por exemplo, registra que em 10 de maio de 1962 “o Rotary Club funda e inaugura o Monumento à Mãe”(1). Já nosso outro escritor, Fidélis Dalcin Barbosa, que era correspondente do Jornal do Dia, impresso em Porto Alegre, registrou a todo o estado, na manchete de sua notícia: “Será erguida estátua à mãe lagoense dia 13: homenagem”(2).


Essa divergência de data é interessante porque no dia 10 de maio comemora-se o dia da emancipação do município, que em 1962, caiu em uma quinta-feira, e o dia 13 de maio de 1962 era justamente domingo, Dia das Mães. Na placa do monumento não há uma precisão da data de sua inauguração, informando-se apenas que ele está lá desde maio de 1962. Além disso, há uma única inscrição e relativa às progenitoras - “Mãe é a mais sublime manifestação de Deus”.


Fidélis é quem traz mais informações sobre o episódio histórico no Jornal do Dia:


LAGOA VERMELHA, 9 (JD - Do correspondente Fidélis Dalcin Barbosa) - Promovida pelo Rotary Clube, será, no próximo dia 13, inaugurada uma estátua em homenagem à mãe lagoense, quando do transcurso do “Dia da Mamãe”(3).

Note-se que o monumento é comemorativo à “mãe lagoense” e não propriamente à emancipação político-administrativa do município, de tal sorte que sua inauguração no dia 13 de maio de 1962, domingo, Dia das Mães, seria mais provável.


Primo Koch, fotógrafo em atividade na década de 1960 no município, registrou para a posteridade o momento da inauguração do monumento. Na fotografia (disponibilizada por seu filho José Koch) é possível ver uma multidão, com trajes solenes, na praça em frente à Igreja Matriz, acompanhando o ato inaugural.


Registro da inauguração do "Monumento à Mãe", em maio de 1962. Foto: Primo Koch.


Note-se que à esquerda da escultura encontram-se homens de terno escuro em uma altura mais elevada que a da multidão, sendo muito provavelmente um tablado preparado para o momento da inauguração solene. Ao aproximarmos a fotografia é perceptível que as pessoas estão olhando e prestando atenção na fala de um dos homens, provavelmente uma autoridade e fazendo discurso no ato. Interessante notar que a porta da Igreja também encontra-se aberta e com uma família à sua frente, podendo indicar que antes da inauguração houve uma missa.


As informações de Demétrio e de Fidélis registram que o Rotary Clube de Lagoa Vermelha foi o responsável pela escultura. O Boletim Eberle, de Caxias do Sul, também confirma a autoria e o objetivo do monumento:


Esta obra foi encomendada pelo “Rotary Clube de Lagoa Vermelha”, tratando-se de uma homenagem à mãe, que o referido Clube de serviço irá oferecer à coletividade de Lagoa Vermelha, a ser inaugurada brevemente, ficando localizada em um dos logradouros públicos da referida cidade gaúcha(4).

O Rotary, reconhecido clube de serviço, existe no município desde 1956(5) e em 1962 era presidido por Álvaro Nunes(6). Foram os rotarianos, portanto, os responsáveis por um monumento tão belo no centro de Lagoa.


A ESCULTURA FEITA EM CAXIAS DO SUL E A CÁPSULA DO TEMPO


A investigação histórica empreendida para a redação deste trabalho revela que a estátua foi feita em bronze, chama-se “A Mãe” e é produto da fundição artística da MAESA, a antiga Metalúrgica Abramo Eberle S/A, de Caxias do Sul(7). A Eberle foi a maior indústria metalúrgica de Caxias nas primeiras décadas do século XX.



A escultura foi feita em Caxias do Sul e ilustrou a revista da metalúrgica Eberle


A estátua veio dessa indústria, forjada a partir de um processo chamado à época de “cerâmica perdida”. O responsável pela escultura foi o professor L. Lonardi(8) - infelizmente não descobrimos seu primeiro nome para investigar melhor seu perfil e história. A escultura da Mãe, enviada de Caxias a Lagoa, ilustrou a capa do “Boletim Eberle” de fevereiro/março de 1962, tamanha sua beleza e seu significado artístico.


Como pode ser observado por qualquer lagoense, o monumento, abaixo da escultura, possui uma estrutura de concreto e nesta uma placa comemorativa. Atrás dessa placa há uma espécie de gaveta, um espaço em que foi colocada alguma coisa, o que se está chamando de “cápsula do tempo”.


Momento em que o prefeito Dr. José Raul de Campos insere algo dentro do monumento. Foto: Primo Koch.


Uma outra fotografia de Primo Koch registra o exato momento em que algo é inserido no buraco, antes de ser colocada a placa. O personagem da fotografia é o então prefeito Dr. José Raul de Campos, que era rotariano e presidiu o clube em 1957. Ao fundo vê-se a fachada do antigo cinema Guairacá.


Alguma ou algumas coisas foram colocadas dentro do monumento, mas não se sabe exatamente o que são. Documentos? Fotografias? Mensagens da década de 1960? Trata-se de um mistério que finalmente, após 59 anos, será revelado a todos os lagoenses. A cidade se modificou muito desde que “A Mãe” foi inaugurada, mas a “cápsula do tempo” sempre se manteve ali, intacta, protegida do vandalismo e da curiosidade irresponsável. Chegou a hora de conhecermos o que existe ali.


O monumento em si é uma obra de arte com um valor inestimável para a nossa Lagoa Vermelha, e desvendar os seus segredos - como será feito na segunda, 10 de maio de 2021 - é motivo de alegria para toda a comunidade nesse momento tão desolador que o mundo atravessa. Que notícias boas de 1962 cheguem a todos os lagoenses!



Notas

(1) MORAES, Demétrio Dias de. Efemérides de Lagoa Vermelha. Lagoa Vermelha: Impressora Planalto, 1989, p. 27.

(2) JORNAL DO DIA, 10 de maio de 1962, p. 5. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=098230&pesq=%22Lagoa%20Vermelha%22&pasta=ano%20196&pagfis=48527

(3) JORNAL DO DIA, 10 de maio de 1962, p. 5. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=098230&pesq=%22Lagoa%20Vermelha%22&pasta=ano%20196&pagfis=48527

(4) BOLETIM EBERLE, n. 65, fevereiro e março de 1962, p. 39. Disponível em:

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=882194&pesq=%22Lagoa%20Vermelha%22&pasta=ano%20196&pagfis=1036

(5) NEPOMUCENO, Davino Rodrigues História de Lagoa Vermelha até o início do 3o milênio. Porto Alegre: EST, 2003, p. 447.

(6) BARBOSA, Fidélis Dalcin. Nova História de Lagoa Vermelha. Porto Alegre: EST, 1981,

(7) BOLETIM EBERLE, n. 65, fevereiro e março de 1962, p. 39. Disponível em:

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=882194&pesq=%22Lagoa%20Vermelha%22&pasta=ano%20196&pagfis=1036

(8) BOLETIM EBERLE, n. 65, fevereiro e março de 1962, p. 39. Disponível em:

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=882194&pesq=%22Lagoa%20Vermelha%22&pasta=ano%20196&pagfis=1036



Como citar esse artigo:

DAMIN, Cláudio Junior. Em Lagoa Vermelha o “Monumento à Mãe” será aberto e a “cápsula do tempo” de 1962 revelada. Projeto Lagoa Vermelha Histórica, 08-05-2021. Disponível em www.lagoahistorica.com.br/




546 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo